O Que Desejo para 2024


Cristiane Luz

Fim de ano é sempre reflexivo, observamos o que passou e desejamos o que está por vir. Projetos, buscando realizações, sempre na ponta do lápis ou no pensamento. “Esse ano farei o que não fiz no passado”. Então vêm as promessas, crenças da virada ao usar cores, por exemplo, de paz, de amor, de dinheiro, etc.
Se tudo fosse fácil assim, teria uma cor de roupa para cada ano e, ao serem realizados e plenos os nossos desejos, não nos importaríamos mais com que cor usar.
Eu desejo realmente para 2024 que possamos enxergar nosso interior e buscar nossa evolução. Que consigamos nos tornar serem humanos melhores, colaborando uns com os outros e sentindo a felicidade com atos tão pequenos como fazer uma criança feliz, por exemplo, cantando junto com ela suas músicas da infância. Comento aqui os “Bolos Fofos”, apresentado para mim pelas minhas sobrinhas, kkk... vocês conhecem?
Matar a fome de alguém também é felicidade, ajudar em suas necessidades mais simples, as necessidades básicas.
Eu desejo realmente para 2024 que possamos cantarolar a nossa música favorita e, se tivermos a oportunidade, dançá-la várias vezes sentindo a leveza do nosso corpo.
Ao dar o próximo passo na tomada de decisão, pensar realmente se vale a pena ou jogar-se de corpo e alma no risco calculado, tanto faz....isso é viver.
E sempre agradecer a Deus por mais uma oportunidade que nos foi dada. O acordar pela manhã já é uma dádiva.
Encerro com a minha prece favorita:
“Pai nosso que estais no céu, santificado seja o teu nome! Que o vosso reino venha!
Senhor, destes aos homens leis cheias de sabedoria e que fariam a sua felicidade se as observassem. Com essas leis, reinariam a paz e a justiça; se entreajudariam de forma mútua em lugar de se prejudicarem como o fazem; o forte sustentaria o fraco em lugar de querer esmagá-lo;
Seja feita a tua vontade, na Terra como no céu!
Dai-nos nosso pão de cada dia.
Perdoai as nossas dividas assim como perdoamos os que nos devem. Perdoar as nossas ofensas, como perdoamos aqueles que nos ofenderam.”
Que assim seja! (fonte: O Evangelho Segundo Espiritismo, cap. 28, pág. 301)”




voltar

Cristiane Luz

E-mail: crisluz1311@gmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 75676

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose